O POETA DE MEIA-TIGELA 
POEMA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROPULSÃO

Quem me sabe se nasço do talvez

Ando à noite de mim quando estremenho

Moro-me no transbordo do entremês

Desmorono e nem sou: apenas venho

Gasto-me solitário sodalício

Solvo-me no desvio da transumância

Vajo à margem do quase precipício

Morro metade e salto: a morte? Dance-a

Dádivo-me desastres para nunca

Brado pedras enquanto não há antes

Durmo senões que minha alma espelunca

Atiço à rinha os dúbios litigantes

 

Como cerzir a túnica de sal?

Adubo o som e emito o não-sinal

 

 

PARA LILÊ. Com Amor

 

Fiz um poema ao não fazê-lo, ao sol

à luz, ao acordar e ao ter-te ao lado

o bocejo o bom-dia o baby-doll

pão café-com-leite o achocolatado

Fiz um poema ao não fazê-lo, à tarde

(é domingo), o atrasado almoço os chopps

os sorrisos os dois tontos com ar de

recém-casados ou... amantes - ops!

Fiz um poema ao não fazê-lo, à lua

ao me doar-te - ó mártir dado a Vênus -

ao teu regozijares-te, deia nua

ao amar-te e ao gozar-te - marte pleno

 

Fiz um poema: fi-lo ao não fazê-lo

fi-lo ao antes vivê-lo e, hoje, escrevê-lo

 

 

colagem "O voador", do Poeta de Meia-Tigela

Duas visões textuais

Dois textos vistuais

No livro que inspirou o filme Blade Runner, de Ridley Scott (Do androids dream of eletric sheeps?), Philip K. Dick supôs um planeta Terra em que a posse de um animal de carne-e-osso – uma ovelha, por exemplo – é verdadeira fortuna (nos dois sentidos: grande sorte e algo muito dispendioso). Imaginei essa realidade do ponto de vista gráfico: as espécies conhecidas, menos por sua existência-presença vital, mais por sua iconografia (m)arquetípica. Daí o poema visual Zoologo.

O Poeta de Meia-Tigela escreve um só livro, o Concerto nº 1nico em mim maior para palavra e orquestra, do qual extrai tudo o que publica: por exemplo, o Memorial Bárbara de Alencar & outros poemas (2008), Girândola (2015) ou acidade, este em parceria com Carlos Nóbrega (2016). Blog: opoetademeiatigela.blogspot.com.br/

Revista Propulsão (ISSN: 2595-1351 )

Conteúdo protegido pela Lei do Direito Autoral nº 9.610/98. 

Editora Responsável

Lia Leite